Pesquisar este blog

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Comodismo

Foi o que ouvi ontem na Rádio Pampa, alguém que não me recordo o nome, se dizendo gremista conversava com o locutor e falavam sobre o tricolor gaúcho.
Braba acabei concordando com tudo o que foi falado na rádio, sem discordar de apenas uma palavra. “Cômodos, conformados, medíocres” dizia o entrevistado da noite, e eu de cabeça baixa apenas ouvia. Não gosto que falem mal, mas desta vez tive que concordar. Me recordo que Paulo Sant’ana falou mal no ano passado e olha aonde chegamos tudo bem que este ano é diferente não vamos mudar, quero dizer eles não vão mudar. “leões em casa, gatinhos fora de casa”, “guris de apartamento” e assim foram muitas outras frases até o locutor lhe desejar uma boa noite de sono. Eu não vejo mais mudanças mesmo, em casa ganhamos todas e fora nos acovardamos, os jogadores mudam de postura se tornam menores e o pior, de tudo se conformam, não lutam mais como era antigamente. Não sei onde vamos parar no final do campeonato, sei que não entendo muito e também não fui nascida na grande época do Grêmio, mas juro que gostaria de voltar atrás no tempo para ver quem era esse time de que meu pai tanto me fala quem eram estes jogadores que não abandonavam nunca.
A única pessoa que eu sinto vestir verdadeiramente a camisa é o goleiro Victor que ninguém duvida que seja o melhor do Brasil, o único que ainda mostra uma certa ‘garra’ tricolor que está escondida ou este elenco prefere deixá-la dentro do vestiário ou até mesmo em casa. Mesmo não entendendo grandes coisas fico triste, triste assim como a maioria das pessoas que viram o Grêmio nos Aflitos, fazendo milagre, se consagrando grande, forte e valente. Fico triste por saber que o sonho de milhões de pessoas esta sendo jogado fora, o sonho de desentalar o grito que esta preso na garganta há tanto tempo, o sonho de ver uma taça levantada, o sonho de ver tudo azul novamente. Tudo perdido pelo comodismo e pela falta do maior ingrediente gremista, a garra. Mesmo assim ainda (tento) confiar em ti, como uma devota em tempos de guerra. Sei bem que não irás muito longe, mas qualquer paço avançado nos das de hoje pra nós que não desistimos jamais já é uma vitória.

2 comentários:

bibianengroff disse...

Maxi López diz que acredita na LIbertadores e que sabe que que estamos meio longe, mas acredita. HAHAHA
Diz o loiroso que pretende fazer mais ou menos 9 gols e assim ficar na (infinita) expectativa de ser chamado por Maradona, jajajajajaja
é cada uma...

PINHEIRO disse...

hahahhaa
q timne podre esse nosso!
to com saudade até de perea, marcel, anderson pico e paulo sergio!
hehehhee